Educação

Alckmin nomeia diretora de ensino de São Carlos a conselho estadual que fiscaliza Fundeb

Diretora Regional Ensino de São Carlos Débora Gonzales Costa Blanco durante um evento estudantil, com a presença do secretário de Educação do Estado, José Renato Nalini, na USP. (Foto: Abner Amiel).

 

Redação Folha SCR.

 

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) nomeou no Decreto Oficial da última quinta-feira (30) a diretora Regional de Ensino de São Carlos, professora Débora Gonzales Costa Blanco, ao Conselho Estadual de Acompanhamento e Controle Social. O conselho é órgão responsável pela fiscalização, distribuição, transferência e a aplicação dos recursos provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). 

 

O Fundeb é um fundo que fornece recursos para todas as etapas da Educação Básica – desde creches, Pré-escola, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio até a Educação de Jovens e Adultos. Ele entrou em vigor em janeiro de 2007 e deve se estender até 2020. Objetivo do fundo é aumentar os recursos na Educação Básica e distribuir melhor esse investimento no País.

 

“O Fundeb é a principal política de financiamento  da Educação Básica, e por isso é essencial o acompanhamento, monitoramento e a fiscalização desses recursos para garantir o atendimento das necessidades e interesses da sociedade”, disse a professora  Débora Gonzales Costa Blanco ao jornal Folha São Carlos e Região.

 

Os recursos provenientes do Fundeb são formados por impostos e transferências de recursos dos Estados, Distrito Federal e municípios vinculados à educação. 

 

Seus membros são representantes das Secretarias de Educação, Conselho Estadual de Educação (CEE), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), dos trabalhadores da educação, pais e alunos. A professora Débora Gonzales Costa Blanco faz parte do Conselho Estadual de Educação.

 

Geraldo Alckmin nomeou 26 membros e o conselho é independente, sem vinculação ou subordinação institucional ao poder executivo e os indicados atuam por dois anos sem remunerações. 

 

“Fui nomeada pelo Governador como representante do CEE , que atualmente atuo como conselheira,  uma vez que meus pares consideraram relevante a  minha experiência em gestão pública para integrar o grupo que foi formado para os próximos 2 anos.Pessoalmente, fiquei muito honrada com a nomeação e vejo como mais uma oportunidade em contribuir com a Educação Paulista”, finalizou a professora.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias