Nacional

Carteira assinada entre 1998 e 2016 dá direito a dois salários?

Voltou a circular no WhatsApp e em redes sociais nos últimos dias um boato segundo o qual aqueles que tenham trabalhado com carteira assinada entre 1998 e 2016 têm direito a receber, retroativamente, o valor de até dois saláriosmínimos:

 

A lorota surgiu em 2016, quando o salário mínimo era de 880 reais – o que explica o valor de dois salários mínimos ali enunciado ser de 1.760 reais, e não de 1.874 reais, dobro dos 937 reais do salário mínimo de 2017.

Não há, além disso, nenhuma informação da Caixa Econômica Federal a respeito do suposto valor à disposição dos trabalhadores. As recomendações mais recentes do banco estatal acerca de saques se referiam às contas inativas do FGTS, cujos valores puderam ser retirados entre março e julho de 2017 por aqueles que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015. Nada relacionado a quem teve a carteira de trabalho assinada entre 1998 e 2016.

Este boato, contudo, não é mau apenas por ser uma completa mentira. O link do “sinemprego” é classificado como “enganoso” ou “malicioso” e o acesso a ele é bloqueado pelos navegadores da internet. Isso significa que, ao acessar o site, o internauta pode ter “roubados” dados pessoais, tais como senhas de cartão de crédito e números de telefone (veja abaixo).

 

Aos que contrariam as recomendações de segurança e insistem em visitar o endereço, os golpistas sugerem três perguntas, que devem ser respondidas para que o acesso à lista de beneficiários seja liberado. Ao passar por essas etapas, no entanto, o incauto internauta depara com uma tela que informa que lista está bloqueada e condiciona o desbloqueio ao compartilhamento do boato em oito grupos ou até vinte amigos no WhatsApp. Quando o conteúdo é compartilhado, o ciclo se repete.

Não há, portanto, dois salários mínimos à disposição de quem trabalhou com registro em carteira entre 1998 e 2016. Trata-se de um boato para enganar pessoas e aplicar golpes na internet.

 

Agora você também pode colaborar com o Me engana que eu posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374. (João Pedroso de Campos/VEJA).

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias