Automóveis

Tiguan R-Line 350 TSI deve chegar como topo de linha do SUV

www.noticiasautomotivas.com.br

 

Imagens do Volkswagen Tiguan “Allspace” 2019 estão circulando pelas redes sociais. O SUV de porte médio da marca alemã chega oficialmente na próxima semana, mas já está sendo visto em revendedor. O veículo inicia a nova ofensiva da montadora para recuperar os anos em que apenas ficou esperando os concorrentes colocarem seus produtos no mercado nacional e internacional. Agora, a pretensão é ter uma gama extensa em apenas dois anos e para isso, o modelo importado do México inicia os trabalhos.

Pelo que se pode ver nessas imagens, o Volkswagen Tiguan 2019 chegará em duas configurações pelo menos, sendo uma com motor EA211 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, que será descrita externamente como 250 TSI, uma prática iniciada na China – lá o torque fica evidenciado em nm no exterior de várias marcas, não só da VW – e que já chegou até na Audi. Aqui, isso começou com a dupla Polo/Virtus. Seu câmbio provavelmente será o de dupla embreagem DSG com seis velocidades, assim como visto no modelo mexicano.

A outra versão, evidenciada nas imagens é a Highline e está com o pacote R-Line, que pode ser parte integrante da opção, assim como ocorre no Touareg V8 R-Line. Seu motor deveria ser o EA888 2.0 TSI Gen 3 de ciclo Miller de 184 cavalos e 32,5 kgfm, como no México. No entanto, a designação “350 TSI” se refere ao torque de 350 nm ou cerca de 35,7 kgfm. Na gama de motores da VW, este é o mesmo EA888 2.0 TSI usado no Golf GTI por aqui. Porém, existe uma divergência nisso e vem lá da China.

Lá, o Tiguan L (que é o mesmo modelo) tem versões 330 TSI  e 380 TSI, sendo a primeira com 179 cavalos e 30,5 kgfm e a segunda com 220 cavalos e 35,7 kgfm. No caso desse último, ele não é oferecido no México e nem nos EUA, neste modelo longo. A escolha aqui pode ter relação com o Chevrolet Equinox, que tem motor 2.0 Turbo de 262 cavalos. A diferença é enorme, porém, menor do que o 2.0 de 184 cavalos.

No país latino, o Volkswagen Tiguan 2019, na versão Highline, é a única com tração nas quatro rodas, como visto em destaque nessa versão brasileira. No México, o câmbio é DSG de sete marchas, mas nos EUA ele é o Tiptronic de oito marchas. Provavelmente o DSG de sete marchas deve ser mantido aqui, visto que não há nenhum outro Tiptronic nessa configuração e comenta-se que o Jetta 2019 terá apenas seis marchas aqui.

No visual desse Tiguan R-Line 350 TSI 4Motion, podemos ver rodas de liga leve aro 19 polegadas, acabamento em couro, ar-condicionado Climatronic de três zonas, painel de instrumentos digital, multimídia Discover Media com tela de 8 polegadas, botão de partida, faróis duplos de LED, LEDs diurnos, lanternas em LED e volante esportivo R-Line, teto solar panorâmico, modos de terreno, entre outros. A configuração deve ser de sete lugares, mas a versão mais barata, a Comfortline, deve chegar com cinco assentos e opção de mais dois. Bom, saberemos tudo na próxima semana, quando também teremos as impressões ao dirigir.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

4

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias