Educação

HU-UFSCar disponibiliza espaço para Prefeitura realizar capacitação de profissionais

 

 

Nos dias 4, 6 e 8 de junho, profissionais de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Carlos passarão por treinamento - em espaço cedido pelo Hospital Universitário Prof. Dr. Horácio Carlos Panepucci da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar) - sobre teste rápido de HIV, Sífilis e Hepatites B e C. O espaço para o curso, que acontecerá das 8 às 17 horas, está sendo disponibilizado pelo HU, mas a capacitação será ministrada conforme programação da própria SMS.

A parceria entre o HU e a Prefeitura Municipal de São Carlos já promove cursos desde o ano passado. Em 2017, foram sete capacitações e para 2018 estão programadas mais 13. "São capacitações em temas escolhidos pela SMS mediante a demanda observada nos serviços e pactuada com os gestores do HU-UFSCar", explica Flávia Pileggi, gerente de Ensino e Pesquisa do Hospital. Ela conta que vários desses treinamentos são realizados na Unidade de Simulação em Saúde do HU, instalada na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar. Nesse espaço, é praticada a metodologia de Aprendizagem em Simulação, que utiliza simulações cênicas (com atores) e/ou simulações robóticas (com manequins de alta tecnologia), permitindo que a formação aconteça de forma reflexiva e com chance de se refazer os procedimentos quantas vezes forem necessárias até se atingir a aprendizagem efetiva.

Dentre os temas abordados no ano passado, seis capacitações trataram sobre "Humanização, Acolhimento e Classificação de Risco", voltadas a profissionais de Enfermagem das Unidades de Pronto Atendimento. "Nesses cursos, a equipe realizou treinamentos sobre como receber o paciente que chega ao serviço e também aprendeu a avaliar se a situação clínica do paciente que procura o serviço necessita de uma abordagem emergencial ou se ele tem condições clínicas de aguardar pelo atendimento por um tempo mais longo", descreve Pileggi. Outra iniciativa, com foco nos trabalhadores da atenção primária da SMS, foi uma palestra dialogada sobre crises de chiadeira em bebês e crianças pequenas (pré-escolares), diagnóstico e tratamento. Mais de 200 participantes estiveram nas atividades de aperfeiçoamento ofertadas no ano passado.

Em 2018 já foi realizada uma capacitação sobre "Imunodeficiências Primárias: quando suspeitar e como iniciar a investigação?", voltada para médicos da Atenção Básica, que atuam nas Unidades Básicas da Saúde (UBSs) e nas Unidades de Saúde da Família (USFs). Outro tema que será abordado ainda neste ano será "Suporte Avançado de Vida", também para agentes da Atenção Básica.

"Essas capacitações têm como objetivo possibilitar que os profissionais de Saúde aprendam e aperfeiçoem suas práticas de trabalho, tanto operacionais como atitudinais", conclui Pileggi.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos