Mundo

Suspeito de ataque na Bélgica era europeu em liberdade provisória

 

Ag Brasil

 

A polícia da Bélgica já identificou o homem que matou três pessoas e depois foi atingido durante suposto ataque terrorista, na avenida central de d'Avroy, em Liège, na Bélgica. Ele era belga, 36 anos, e estava em liberdade condicional por tráfico de drogas. Há relatos que ele gritou “Alá é grande” antes de atirar.

 

O tiroteio ocorreu por volta das 10h30 de hoje (29) em Bruxelas (5h30 de Brasília). As vítimas do tiroteio são dois policiais e o passageiro de um carro. Há, ainda, informações sobre dois agentes feridos. Liège é a maior cidade da região da Valônia, de língua francesa, na Bélgica.

 

Nos últimos anos, a Bélgica sofreu uma série de ataques terroristas, principalmente por parte dos recrutas do Daesh, um grupo terrorista Takfiri que recrutas jovens para que atuem no Iraque e na Síria.

 

A Bélgica está em alerta máximo desde que uma célula do Daesh, sediada em Bruxelas, promoveu ataques em Paris, em 2015, provocando 130 mortes em uma noite. Há relatos que a célula do Daesh atuou também nos ataques em Bruxelas, um ano depois, matando 32 pessoas.

 

 

*Com informações da PressTV, emissora pública de TV do Irã, e da Agência EFE

 

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias