Economia

Electrolux reduz em 99% o envio de resíduo orgânico para aterro em São Carlos

 

Por meio de moderno processo de compostagem, companhia produz adubo orgânico utilizado na Horta Solidária, que abastece ONGs e Instituições de caridade do município com mais de 800 hortaliças todos os meses

 

 A Electrolux inaugura no dia 21 de junho, às 13h30, sua nova medida sustentável: a Horta Solidária, com capacidade para produzir mais de 800 hortaliças todos os meses, que serão doadas para ONGs e instituições de caridade do município de São Carlos. Alinhada com o compromisso da empresa de transformar a vida para melhor, dentro de sua estratégia de sustentabilidade do pilar “For the Better”, o evento contará com a participação do CEO da Electrolux América Latina, Ricardo Cons, do Secretário do Meio Ambiente da Prefeitura de São Carlos, José Galizia Tundisi, do vice-presidente de Indústria e Operações da Electrolux Brasil, Ramez Chamma, do Diretor da planta de São Carlos da Electrolux Brasil, José Machado, e de representantes das ONGs parceiras.

 

Firmando o seu engajamento com a sociedade e com o planeta, a Electrolux tem a meta de reduzir 50% de pegada de carbono em seus processos industriais, além da redução de 100% dos resíduos orgânicos em aterro em todas as fábricas no mundo até 2020. Já em linha com esse propósito, a fábrica de São Carlos iniciou um moderno processo de compostagem para tratar cerca de 70 quilos de resíduos orgânicos em apenas 45 minutos. Com isso, a unidade conseguiu reduzir em 99,9% o descarte desse material.

 

“A planta de São Carlos está empenhada em bater as metas globais de sustentabilidade. Atualmente, a medida já foi alcançada em 99,9% quando se trata da redução dos resíduos orgânicos em aterro”, afirma José Machado, Diretor da planta de São Carlos da Electrolux Brasil.

 

 Outra ação sustentável na planta de São Carlos é a redução do consumo de água. Antigamente, dentro do Laboratório de Testes de Lavadoras, era necessário testar o processo de lavagem de cada produto, o que elevava o gasto de água em até 30 litros por teste. Para eliminar o desperdício nessa etapa, a Electrolux passou a filtrar e a reutilizar o recurso no próprio teste em até doze ciclos. Somente então, a água é reaproveitada para outros fins como irrigação de jardins e lavagens do piso. “A nossa fábrica de São Carlos é um exemplo nas questões de reuso da água da chuva. Somente neste ano de 2018 já foram capitados 150.000 litros, que são utilizados em nossos processos internos”, diz José Machado

 

 Essas e outras iniciativas fizeram a companhia conquistar em 2018, pelo terceiro ano consecutivo, a premiação “Gold Class Award”, do anuário de Sustentabilidade da RobecoSAM’s, que faz uma avaliação do desempenho de sustentabilidade das maiores empresas do mundo. Entre as 2.500 empresas que foram analisadas durante a pesquisa, a Electrolux ficou entre as 73 maiores.

 

Sobre o Grupo Electrolux

 

A Electrolux transforma a vida para o melhor, reinventando as experiências de sabor, cuidado e bem-estar para uma vida mais prazerosa e sustentável em todo o mundo. Como uma empresa global líder de eletrodomésticos, colocamos o consumidor no centro de tudo o que fazemos. Por meio de nossas marcas, que incluem a Electrolux, AEG, Anova, Frigidaire, Westinghouse e Zanussi, vendemos mais de 60 milhões de produtos para cozinhas domésticas e profissionais, em mais de 150 mercados, todos os anos. A Electrolux opera desde 1919, com sua sede localizada em Estocolmo, na Suécia, e as ações ELUXb da Electrolux são cotadas na Nasdaq OMX de Estocolmo.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Ganhadores do Oscar nas principais categorias