Social

Fundo Social começa pelo São Carlos VII projeto itinerante de doação de agasalhos

Somente nesta quarta-feira foram doadas mais de 2.500 peças de agasalhos

 

 

 

A primeira parada do caminhão itinerante do Fundo Social de Solidariedade foi no São Carlos VIII. Os moradores do bairro foram os primeiros a receber o novo projeto do Fundo Social de Solidariedade que tem por finalidade atender famílias carentes com a doação de roupas, cobertas e calçados.

 

Nesta quarta-feira (25) as famílias do bairro puderam escolher entre 2.500 peças de roupas, cobertores e calçados o que realmente estava faltando no guarda-roupa. Cada pessoa tinha o direito de escolher 15 peças de acordo com o tamanho e até mesmo pela cor e modelo das roupas.

 

“Tudo isso está sendo possível porque o Governo Federal fez a doação de um caminhão para o Fundo Social, então a nossa equipe desenvolveu o projeto para atender as famílias carentes que não conseguem se deslocar até a nossa sede e mesmo aquelas que até vão lá, mas que não podem trazer muitas coisas pela dificuldade no transporte. Lotamos o nosso caminhão baú com 2.500 peças, todas já separadas por tamanho e modelo, feminino, masculino e infantil, para facilitar na hora da escolha”, explicou a presidente interina do Fundo Social de Solidariedade, Andrea Rosa.

 

A diretora do Fundo Social, Lessandra Almeida, confirmou que a próxima parada do caminhão itinerante é o distrito de Santa Eudóxia. “Vamos na sexta-feira, dia 27, para Santa Eudóxia, vamos ficar próximos da unidade de saúde por um período e depois vamos até a área rural para que essas famílias também possam ser beneficiadas pelo projeto”.

 

O secretário de Esportes e Lazer, Edson Ferraz, representou o prefeito Airton Garcia que nesta quarta-feira cumpriu agenda na capital paulista. “A pedido do prefeito Airton Garcia vamos intensificar as doações, passando a fazer dois bairros por mês e depois um por semana. Aqui quem precisa recebe a doação, quem tem faz a doação”, disse Ferraz.

 

 Para a dona de casa Luciana André da Silva, o projeto veio em boa hora. “Aqui todos precisam, principalmente de coberta, então essa iniciativa ajuda todos do bairro. As coisas são de boa qualidade”.

 

Natália Alves Vasconcelos foi umas das primeiras da fila a escolher os agasalhos. “Tenho quatro filhas e consegui encontrar roupas para todas elas, calçados e mantas de inverno. Não estou trabalhando e não teria condições de comprar todas essas peças para a minha família. Parabenizo a Prefeitura pela iniciativa”.

 

Também estiveram prestigiando o lançamento do projeto o vereador Moisés Lazarine, o assessor do vereador Elton Carvalho, Abner Macedo, o diretor presidente da Fundação Educacional São Carlos (FESC) Fernando Carvalho, a chefe de gabinete da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Carlos Campos e a presidente da Fundação Pró-Memória, Maria Isabel Alves Lima.

 

O veículo ficou estacionado na entrada do CEU das Artes Emílio Manzano, localizado no bairro São Carlos VIII, das 9h às 16h. Todas as peças doadas foram arrecadadas durante a Campanha do Agasalho 2018 “Quem tem o coração cheio, não deixa o nosso armário vazio”.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

4

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos

5

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa