Região

Prefeitura incentiva inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

 

A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho foi o tema de um evento realizado pela Assessoria Especial de Políticas para a Pessoa com Deficiência e com apoio do Comdef (Conselho Municipal de Defesa dos Diretos da Pessoa com Deficiência), na manhã desta sexta (5), no Centro Internacional de Convenção.

 

O objetivo do Dia da Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho foi promover a inserção dessa parcela da população nas vagas de emprego, aproximando empregadores e trabalhadores, e estabelecer um diálogo direto da Prefeitura com os participantes.

 

Cerca de 20 empresas participaram e receberam currículos. Também foram ministradas três palestras que abordaram esse tema: “Inclusão Web”, com Paulo Sergio Sgobbi, diretor de Assuntos Institucionais da Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação); “Oportunidades x Desafios para a inclusão de PCDs”, com a arquiteta Ana Cláudia Flório; e “Inclusão da pessoa com deficiência na formação profissional do Senai – SP”, com Nilton Roberto Bigotte, coordenador de Atividades Técnicas do Senai Araraquara.

 

“Independentemente das leis, as empresas precisam se conscientizar. Algumas ainda têm receio, mas outras já contratam muito além das cotas obrigatórias. Quanto mais a gente trabalhar junto, unindo forças, isso vai continuar melhorando. Que a gente possa fazer essa inclusão sempre”, afirmou o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, representando o prefeito Edinho.

 

A assessora de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Elisa Santos, destacou a necessidade de se promover a igualdade. “O trabalho é um direito de qualquer cidadão. E não só ofertar salários, mas a oportunidade de se reabilitar socialmente. O processo de inclusão deve ser abraçado por todos os colaboradores das empresas e por toda a sociedade em geral”, avaliou.

 

Maria José Scárdua, secretária de Planejamento e Participação Popular, disse que “o trabalho é um direito social”. “O poder público, a sociedade, os conselhos e as empresas podem promover isso. É a nossa obrigação. Que a gente construa uma Araraquara mais feliz e com mais direitos sociais”, afirmou.

 

A coordenadora de Economia Criativa e Solidária, Camila Capacle, ressaltou que a Prefeitura está à disposição das empresas. “Vamos auxiliar na captação dessas pessoas e na inserção ao mercado de trabalho. Esse evento é um ‘pontapé inicial’ neste trabalho”, destacou.

 

Representando a Câmara Municipal, o vereador Roger Mendes (Progressistas) parabenizou a todos pelo evento. “Será um aprendizado para todos nós. É um evento muito importante e que vem ao encontro de muitas outras ações de inclusão que já foram realizadas”, concluiu.

 

Ainda estiveram no evento o vereador Gerson da Farmácia (MDB), o coordenador de Relacionamento com a Indústria do Senai Araraquara, José Antonio Espelho, o presidente do Comdef, César Augusto Ferreira, além de secretários, coordenadores da Prefeitura e representantes de entidades sociais e empresas.

 

Legislação

A Lei Federal nº 8.213, de 24 de julho de 1991, determina que “a empresa com 100 ou mais empregados está obrigada a preencher de 2% a 5% dos seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas portadoras de deficiência, habilitadas, na seguinte proporção”:

 

I – até 200 empregados: 2%

II – de 201 a 500: 3%

III – de 501 a 1.000: 4%

IV – de 1.001 em diante: 5%

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos