Polícia

Acusado de integrar o PCC é morto com dois tiros no peito

 

SCA

O mecânico Thiago Rodrigo Carvalho de Moraes, 33 anos, residente em Taquaritinga, foi morto com um tiro no peito, após trocar tiros com policiais militares na mata do Jardim das Hortênsias, em Araraquara.

Thiago chegou a cumprir pena por roubo e conseguiu a liberdade após cumprir pena no início deste ano. Suspeito de participar de um “tribunal do crime”, tinha uma tatuagem em referência ao PCC (Primeiro Comando da Capital).

TROCA DE TIROS

A morte de Thiago aconteceu na noite de domingo. Uma intensa troca de tiros aconteceu entre criminosos e policiais militares que foram acionados pois havia denúncias que estaria ocorrendo um “tribunal do crime”. Quando uma viatura se aproximou, teria sido recebida a tiros por cinco suspeitos.

Os PMs revidaram e houve intensa troca de tiros e o suspeito foi atingido no peito. O tiroteio terminou após os comparsas se embrenharem na mata.

Thiago foi encontrado com dois tiros no peito. O Samu chegou a ser acionado, mas ele morreu no local. Com ele havia um revólver de origem suspeita.

A viatura policial foi atingida por tiros em uma das rodas e no compartimento de carga. Porém nenhum PM se feriu.

Galeria

Comentários

Publicidades

Mais Vistas

1

Cirurgia será transmitida em tempo real, via internet, do Centro Cirúrgico da Santa Casa

2

Liquidação Fantástica levará milhões de pessoas ao Magazine Luiza nesta sexta-feira

3

Bolsonaro amanhece com batom, maquiagem, brincos e colares em outdoor em São Carlos

4

Novo Golf produzido no México começa a chegar às concessionárias Volkswagen no Brasil

5

Advogado é o primeiro deficiente visual a receber carteira da OAB em São Carlos